Dia Internacional de Combate ao Câncer de Mama

O Outubro Rosa vem ganhando força nos quatro cantos do planeta, com intuito de alertar a sociedade sobre o diagnóstico precoce do câncer de mama através do autoexame. A iniciativa visa também à disseminação de dados preventivos e ressalta a importância de um olhar mais atento à saúde.

A primeira ação no Brasil ocorreu em 2002, no Parque Ibirapuera, em São Paulo. O Obelisco Mausoléu ao Soldado Constitucionalista foi iluminado com luzes cor de rosa. A partir de 2008 ações como essa se tornaram cada vez mais recorrentes. Diversas entidades passaram a iluminar prédios e monumentos, com finalidade de transmitir a mensagem que a prevenção é necessária.

Atualmente o câncer de mama é segundo tipo que mais afeta as brasileiras. No país, foram registrados 59.700 casos novos de câncer de mama em 2019. Homens também devem ficam atentos, para cada 100 mulheres diagnosticadas com câncer, existe um homem que contrai o tumor. Quando descoberto precocemente, o câncer mamário tem até 95% de chances de cura.

Os principais sintomas da doença são: pele da mama avermelhada, alterações no mamilo, nódulo e presença de líquido no seio. Em alguns casos também existe a presença de pequenos caroços no pescoço ou na axila. O Ministério da Saúde definiu três pilares para a Campanha Outubro Rosa de 2019. São eles: prevenção primária, diagnóstico precoce e mamografia. O slogan da campanha é “Cada corpo tem uma história. O cuidado com as mamas faz parte dela”. A ação ganha mais força no mês de outubro, porém é importante lembrar que a prevenção é necessária ao longo de todo o ano, por isso consulte seu médico regularmente.

Related Posts